5 mudanças na minha alimentação que ajudaram a controlar a hidradenite supurativa

8 coisas que você NÃO deve fazer nas festas de fim de ano
22 de novembro de 2018
namoro-carnaval
Namoro x Carnaval: será que realmente são tão opostos?
27 de fevereiro de 2019
Show all

5 mudanças na minha alimentação que ajudaram a controlar a hidradenite supurativa

hidradenite supurativa

Em outro artigo que fiz sobre a hidradenite supurativa, expliquei um pouco como lido com a doença e tento evitar as inflamações. Devido a grande procura, resolvi falar um pouco mais sobre a alimentação, parte fundamental deste processo.

Minha qualidade de vida melhorou absurdamente quando passei a fazer algumas alterações e acredito que também possa ajudar muitas pessoas. Quer saber quais foram essas mudanças? Continue a leitura!

1. Troquei o leite de vaca pelo leite do coco em pó

Eu usava muito leite em receitas, mas não costumava tomar muito, já que sou apaixonada por café. Meu problema começou quando fui preparar bolos e vitaminas e percebi que não poderia utilizar esse ingrediente.

Por um bom tempo evitei iogurtes, derivados de leite, bolos e tortas. Um dia, fuçando um pouco no grupo sobre hidradenite no Facebook eu encontrei a página da Clara Fonseca, uma nutricionista funcional que entende dessa doença.

Em um dos vídeos ela fala sobre o leite de coco em pó. Fiquei curiosa e acabei comprando para experimentar — encontrei em uma loja de produtos naturais perto da minha casa. Não vou negar que o valor é mais alto quando comparado ao leite de vaca.

O sabor de coco é bem forte, se você não gosta muito, não recomendo. Eu gostei dele misturado ao achocolatado e em vitaminas. Também quero experimentar em um bolo de coco. Deve ficar bom. Ah e não adianta ser sem lactose, como a Clara explica:

2. Incluí açafrão nos temperos usados para preparar as refeições

Em um comentário do artigo anterior, a leitora “T C Mont” me recomendou açafrão (cúrcuma). Pesquisei e vi que realmente esse tempero tem funções antiinflamatórias e poderia ajudar. Passei a usar no arroz, feijão, carnes, em tudo! Confesso que não senti alterações no sabor e isso me motivou bastante.

3. Comecei a tomar água de gengibre

Outra leitora, a Aline , me recomendou picar 2 rodelinhas de 2 cm cada e colocar na garrafinha de água. Eu pesquisei sobre e ADOREI! Dá um sabor diferente e o gengibre também é anti-inflamatório, o que ajuda demais. Atualmente tenho uma garrafa de 2 litros que bebo ao longo do dia. Valeu pela dica, Aline!!

4. Passei a cortar o glúten

Este está sendo o mais difícil para mim. Quase tudo o que eu comia tinha glúten. Estou tentando investir no polvilho e estou procurando a farinha de arroz para comprar. Como moro na periferia de São Paulo, não é tão fácil encontrar produtos naturais.

Confesso que ainda como pão, macarrão e pizza às vezes. Porém, estou aos poucos retirando-os da minha alimentação, pois esse sacrifício vale a pena para não sofrer tanto com as dores da hidradenite supurativa.

A Clara também fez um vídeo explicando porque não adianta substituir por alimentos integrais, precisa ser sem glúten!

5. Cortei a carne de porco

A carne de porco eu já cortei 90% (de vez em quando escapa uns bacons). É o que mais me causa inflamação. Se em um dia como, no dia seguinte lá está a bendita pele vermelha, inchada e dolorida. Como as minhas estão internamente ligadas, se inflama uma, sei que outra próxima inflamará em seguida. Não é fácil.

O ideal é realizar o acompanhamento com uma nutricionista, já que cada pessoa é afetada de forma diferente pela hidradenite supurativa e a dieta balanceada é a melhor opção. Essas são experiências pessoais que deram resultado para mim e também para outras pessoas com HS.

No entanto, sabemos que nem sempre é fácil conseguir uma consulta com qualquer especialidade pelo SUS. Eu mesma espero há meses. Compilei essas informações, pois sei que você aí do outro lado pode testar e ver se funciona ou não. A Internet é um espaço democrático muito útil para levar informações a quem precisa. Espero que essas informações possam ajudar.

Assista também esse vídeo excelente da Clara Fonseca em que ela fala sobre alimentação na hidradenite e tem outras dicas bem legais:

Gostou do artigo? Tem mais alguma dica? Coloca nos comentários que eu posso pesquisar, testar e inserir aqui no artigo!

Foto: Sara Dubler on Unsplash

*Este post faz parte do meu portfólio, se você tem um blog e precisa de artigos, conheça também meu site profissional e entre em contato comigo!

Karina Oliveira
Karina Oliveira
Formada em Letras, apaixonada por marketing digital, café, gatos e pelo meu filho lindo. Gosto de compartilhar conhecimentos e dividir experiências.

5 Comments

  1. […] informações que me ajudassem a controla-las. Foi então que vi muitas pessoas falando das mudanças na alimentação. Algumas delas […]

  2. arienelima88 disse:

    Tenho tbm essa doença sei o qnto é doloroso vou seguir essas dicas para dá uma amenizada enquanto aguardo a cirurgia!

  3. Carlos disse:

    Adorei sua pagina e o modo como vc escreve! Um abraço de carinho fraterno!

  4. Roberta Neves disse:

    Oi li seu artigo muito interessante parabéns. Recentemente apareceu um caroço na minha axila que dói muito como uma inguá, como tem três meses que fiz remoção das amígdalas achei q poderia ter alguma ligação. Pois tenho a imunidade muito baixa e depois da cirurgia piorou tdo ando num desespero completo e tomando muito antibiótico. Tive uma consulta e o Dr me deu encaminhamento para pequenas cirurgias com prescrição de hidradenite até então não sabia nada a respeito, mas desde de dezembro do pós operatório começou a aparece diversos pontos vermelhos com secreção e algumas inguas que vão e vêm não sei ao certo se esse é meu real diagnóstico, agora com a pandemia está mais difícil ainda ter um acompanhamento médico queria muito ter certeza desse diagnóstico antes que qualquer coisa. O médico me explicou que tdo foi uma resposta do meu organismo a retirada das amígdalas que como já tinha a imunidade baixa e as amígdalas são glândulas que ajuda a imunidade numa escala de cerca de 30% na imunidade como retirou abaixou ainda mais e desencadeou outros problemas. Eu estava achando que os pontos vermelhos cm secreção era foruncolos são muito parecido com a hidradenite e como vc mesma disse muitos dos médicos não fala nada a respeito e realmente só dão medicamentos pra dor e manda pra casa. Eu acho q esse último Dr foi o mais sensato no diagnóstico e único que falou a respeito tenho medo de fazer a tal cirurgia ainda tenho dúvidas sobre o diagnóstico dói muito como íngua para mim é oque era apenas uma ingua até o Dr das o diagnóstico dele. É muito ruim não ter muitas informações a respeito eu já estou tomando a água com gengibre por ser antiflamatorio preciso mudar imediatamente a dieta pra conseguir melhores resultados não imaginava que a remoção das amígdalas pudesse acarretar tantos problemas se pudesse voltar atrás….

    • Realmente descobrir que temos hidradenite, um problema crônico e sem cura é um baque. O meu começou aos 14 anos, tem relação com os hormônios. Mas tente pensar pelo lado mais positivo: agora que você sabe o que é, pode tratar e evitar a piora do quadro e até mesmo reduzir a quantidade de vezes que eles aparecem. Recomendo muito que você entre no grupo do Facebook (https://www.facebook.com/groups/hidradenitesupurativa/permalink/3717870988290332), me ajuda muito trocar experiências e também ver que não estou sozinha. Eu nunca operei, mas pelo que vi, quando opera a pele se regenera e evita que um caroço se ligue em outro, o que pioraria o quadro. Também tenho alguns que são recorrentes, é bem difícil tudo isso, mas saiba que há uma luz no fim do túnel, uma maneira de viver com a melhor qualidade de vida possível. A terapia me ajuda muito também, recomendo se você puder, tem psicólogos que cobram valores sociais e estão fazendo consultas online. Desejo boa sorte, saúde e força para prosseguir seu caminho. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

%d blogueiros gostam disto: