Se apega sim!

Como superar uma traição
12 de janeiro de 2016
Precisamos falar sobre ciúmes
25 de fevereiro de 2016
Show all

Se apega sim!

Cada dia mais a gente vê por aí pessoas se armando, se blindando mesmo, contra os sentimentos. Será que isso realmente é uma vantagem? Isso é bom? Te faz bem? Pensando nessas perguntas eu resolvi falar para vocês um pouco do que eu penso a respeito desse assunto, continue a leitura e confira!

Personagens no mundo real

mask

Uma coisa que muito tem me incomodado é como as pessoas se preocupam em representar um papel e em fazer joguinhos durante a fase da conquista. Ainda mais agora, em uma época em que o contato muitas vezes acontece pela internet. Não sei vocês, mas muitas vezes já me falaram: não responde agora não, espera uns 10 minutos.

Mas gente, qual o problema de não responder na hora se eu estou lá, conversando com a pessoa? Além disso, sou uma pessoa muito ansiosa e agitada, não conseguiria me impedir mesmo se eu quisesse. Mas o que eu quero dizer é: desde quando essas “regras” surgiram?

É importante frisar aqui que não estou falando sobre ficar mandando inúmeras mensagens para alguém que não te responde nunca. Aprendam, quando a pessoa tem interesse ela retribui! Mas se a pessoa está lá falando com você, demonstrando interesse, porque raios fingir que você não se importa? Já parou pra pensar que todo mundo pode estar esperando os tais 10 minutos passarem e que vocês estão perdendo vários minutos por causa de uma coisa boba? Eu hein, esse mundo tá esquisito.

Estou com medo de me magoar

giphy

“Ah não quero mais falar tanto com ele(a) não, vou me envolver e depois me magoar”, olha, fazendo uma citação da maravilhosa Jout Jout (postarei um vídeo sobre o tema no final do texto): “Mar qual problema?”.

São tantos os motivos que podem te fazer ficar triste e você não vai morrer por causa disso. Hoje em dia todo mundo quer ser feliz, postar fotos de roles maravilhosos no face e comidas maravilhosas, mas eu tenho uma novidade: nem tudo aquilo ali é real. Às vezes o role está super chato, todo mundo se junta, sorri, tira a foto e depois volta pra bad.

Aquele casal que aparece em mil fotos se beijando pode brigar todos os dias, vai saber? Todo mundo tem problemas, você não é o diferentão/diferentona, floquinho de neve. A vida real é feita de momentos bons e momentos ruins, isso realmente faz parte da nossa existência. Então, se você sofrer, que seja. Vão existir novas oportunidades, novas pessoas, novos sorrisos e novos amores e, acredite em mim, eles podem ser até melhores que os anteriores! O que não dá é pra ficar evitando viver momentos maravilhosos com medo dos que podem ser ruins no futuro!

Se joga! (talvez com um pouco menos de intensidade rs)

abraço

E se eles porventura vierem a acontecer, você pode encontrar aqui os 5 motivos para deixá-lo ir! E se você gostou do texto, curta nossa página do Facebook, por lá também tem muita coisa legal!

Vou deixar um vídeo da diva Jout que explica muito bem essa questão de forma muito bem humorada:

Karina Oliveira
Karina Oliveira
Formada em Letras, apaixonada por marketing digital, café, gatos e pelo meu filho lindo. Gosto de compartilhar conhecimentos e dividir experiências.

4 Comments

  1. redmomoon disse:

    Se, se, se, para de imaginar o que vai acontecer, e viva para ver o que vai realmente acontecer. Como meu namorado diz: As vezes a gente se envenena imaginando coisas que não vão acontecer. Se a menininha não for vidente então ela não sabe o que vai acontecer se for grudentinha com o boy. Sofrer tem seus pontos positivos, como evoluir, e fazer textinho no facebook, hoje em dia sofreu, vai pro facebook fazer texto kkkkk. Beijos linda, Karina seu cabelo é lindo demais <3

    • Obrigada linda! Sim, na verdade a pessoa só chega a ser grudenta quando a outra não está na mesma sintonia, pq quando ambos se gostam não tem essa de “pegar no pé”. (Posso estar errada, sei lá rs). Eu não faço textão no Facebook, só no blog que fica mais legal né? hahaha

      • redmomoon disse:

        hahaha, quando tão na mesma sintonia eles são grudentos um com o outro, e quem é de fora que se sente incomodado com isso. É bem mais legal mesmo, dá mais visibilidade e encontra um monte de gente que entende você haha

  2. […] se sinta errado por estar “criando paranoias”. Isso faz com que você fique se martirizando por demonstrar esse interesse, quando o erro na verdade é demonstrá-lo pela pessoa […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

%d blogueiros gostam disto: